Bastidores & Política

Bastidores & Política

Azevedo Júnior

A questão da violência

25 de julho de 2016 \\ Bastidores & Política

falando sobre o aumento da violência em Salvador, dois aspectos muito comentados pelos políticos, em especial, e também por integrantes de alguns movimentos organizados, estão relacionados ao racismo e ao extermínio dos jovens negros.    2. A questão racial não pode ser subestimada, mas, deve ser vista, no nosso entendimento, num conceito mais amplo, institucional, histórico, e que precisa, de fato, ser encarada com políticas tanto públicas como privadas, no sentido de fortalecer camadas da sociedade que necessitam de suporte técnico, educação, acessos às universidades e cursos técnicos, ensinamentos do empreededorismo e assim por diante. Agora, colocar a questão do racismo na ponta de qualquer fato não procede. Veja o recente crime envolvendo o soldado da PM Éder Ricardo Cardoso assassinado em Cajazeiras. Houve um desentendimento no trânsito e dois jovens foram tirar satisfações com o SD/PM. Só que chegaram armados e um deles atirou no policial. Este regariu. Resultado: dois morots. Ambos, negros e jovens. 


Jovens sem-sem

 Na avaliação da senadora Lídice da Mata (PSB-BA), presidente da comissão, o chamado jovem “sem-sem”, sem escola e sem trabalho, está na faixa mais vulnerável, vítima da criminalização pela sociedade e atraído principalmente pelo tráfico de drogas. Para a parlamentar, o Estado brasileiro tem a responsabilidade de apresentar alternativas que impeçam o jovem de ser atraído pelo crime, que comumente leva a chacinas, acertos de contas e ao confronto com a polícia. Ações de educação, saúde, cultura, esporte, além de uma campanha de conscientização para maior aceitação e tolerância da juventude são apontadas pela senadora como políticas públicas e sociais efetivas.


Matança se jegues

Diante da matança de jumentos, a vereadora Ana Rita Tavares viajou até Jacobina, onde presta apoio na organização de um manifesto contra o abate dos animais na cidade. Em um ato simbólico, o grupo se reunirá em frente ao frigorífico. "Iremos representar todo o Brasil que repudia esta barbárie contra estes pobres animais, tendo como motivo apenas a retirada do seu couro para fabricação de produtos de beleza e bolsas na China", diz a edil.


Sobre defesa de Lula

O juiz federal Sérgio Moro se manifestou sobre o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que pedia ao magistrado para que se considerasse suspeito para julgar os processos envolvendo a figura de Lula. No texto de 14 páginas, o magistrado rebate os argumentos da defesa e diz que não vê problemas em continuar conduzindo as ações em trâmite na Justiça Federal que falam sobre o ex-presidente. A petição dos advogados foi protocolada no dia 5 de julho. A defesa de Lula citava diversos momentos em que consideraram que Moro teria extrapolado o papel de juiz, interferindo ainda na forma como a opinião pública passaria a pensar a figura do ex-presidente. Para os advogados, Sérgio Moro perdeu a condição de imparcialidade com a qual o juiz deveria conduzir os julgamentos.


Fruto da economia desacelerada

Em maio de 2016, o Índice de Movimentação Econômica de Salvador (IMEC-SSA) retraiu em 3,7% frente ao mês anterior, na série livre de influências sazonais. As informações foram analisadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria de Planejamento (Seplan). O resultado desfavorável exibido neste indicador em relação a abril foi motivado, principalmente, pela manutenção da desaceleração da atividade econômica em Salvador.


Vamos debater sobre a mulher

Preparar a Década Afrodescendente na ótica das mulheres a partir de políticas afirmativas, agregar e articular ações voltadas para a transformação das estruturas de desigualdades e bem viver é o objetivo do Seminário Tecendo Redes para o Empoderamento da Mulher Negra, promovido pelo Fórum Nacional das Mulheres Negras (FNMN). O encontro é parte da programação do Julho das Pretas, mês que se comemora o Dia Internacional da Mulher Negra da América Latina e Caribe e acontecerá essa semana, no Museu de Arte da Bahia, das 9h às 16h.


Bastidores & Política