Bastidores & Política

Bastidores & Política

Azevedo Júnior

Prisão a vista

12 de março de 2018 \\ Bastidores & Política

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou por unanimidade, um habeas corpus preventivo ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No pedido, Lula pretendia evitar sua prisão após esgotados na segunda instância da Justiça Federal os recursos contra sua condenação no caso do triplex no Guarujá (SP). Dessa maneira, o colegiado confirmou decisão de janeiro proferida pelo vice-presidente do STJ, ministro Humberto Martins, que havia negado liminar (decisão provisória) pedida no mesmo habeas corpus. A decisão do STJ não resulta na prisão imediata de Lula, que ainda tem um último recurso na segunda instância, embora se trate de um embargo de declaração, tipo de apelação que, em tese, não permite a reforma da condenação, mas somente o esclarecimento de dúvidas na sentença. "No meu entendimento não se vislumbra a existência de qualquer ilegalidade de que o paciente venha porventura iniciar o cumprimento da pena após o esgotamento dos recursos em segundo grau", afirmou o relator do habeas corpus, ministro Felix Fischer.


Entra a UFBA pelo meio

A UFBA decidiu também criar um curso com o tema "O golpe de 2016 e o futuro da democracia no Brasil" engrossando o momento politico partidário iniciado pela Universidade de Brasília e depois pela Unicamp, todas unidades públicadas bancadas com recursos dos impostos pagos pela população, obviamente com o objetivo criar uma marola politica num assunto que já está morto e enterrado, o impeachment de Dilma Rousseff, previsto pela Constituição.  As universidades públicas, segundo o vereador Alexandre Aleluia, DEM, o qual entrou com uma representação judicial contra o curso, estão aparelhadas pelos partidos de esquerda jussáricos especialmente PCdoB, PT e PSB. Na Bahia, o controle é do PCdoB. As universidades são livres e têm autonomia para decidirem através dos seus conselhos quais cursos e programas ensejar. Agora, esse tema escolhido com o título de "golpe de 2016" representa algo sem o menor sentido uma vez que nada acrescentará ao país e aos seus cidadãos, salvo debates entre eles mesmos (os esquerdistas folclóricos) sem nenhum valor agregado à sociedade. 


O papel

Enquanto universidades pelo mundo ocidental e oriental investem em estudos sobre as novas tecnologias, a inteligência artificial, a bioengenharia, a nanomedicina, a IA batendo na nossa porta, a UFBA e outras querem analisar um impeachment. Mais valeria discutir sobre o UBER, o futuro da existência dos professores nas salas de aula, os novos mapeamentos do corpo humano pela medicina computacional e centenas de temas do amanhã.


Aconteceu

Itacaré sediou o 1º Encontro da Juventude Rural da Frente de Trabalhadores Livres do Território Litoral Sul da Bahia. O evento acontecerá no Projeto de Assentamento Pancada Grande e contará com participação de jovens de 19 comunidades, assentamentos e acampamentos de Reforma Agraria da base do Movimento no Território Litoral Sul.  O encontro tem como principal objetivo discutir com a sociedade a importância dos jovens como protagonista, seja na ação da política geral, seja em qualquer lugar que demande cidadania. A realização é da Frente de Trabalhadores Livres, Central de Cooperativas de Agricultores e Agricultoras Familiares e Economia Solidaria dos Territórios de Identidade da Região Cacaueira da Bahia, Secretaria de Desenvolvimento Rural e Prefeitura Municipal de Itacaré. 


Em Feira

Os moradores do Loteamento Liberdade, (um dos sub-bairros do Tomba), receberam com entusiasmo e alívio a ordem de serviços dada pelo Governo Municipal para a pavimentação de algumas ruas da localidade. Serão pavimentadas as ruas Almerinda Soares, e complemento da Almerinda Soares até à área interna do Condomínio Campo Belo; Império, Justina Oliveira, João de Benigno, Cinco Estrelas e Pau Ferro. Além das travessas Justina Oliveira, Araçás e Irapuera.


Bastidores & Política