Partilhar a vida

16 de novembro de 2016 \\ O Bispo


Cabe a todas as instituições promover e organizar concretamente iniciativas de solidariedade em favor da vida. Uma delas e sempre atual é a doação de sangue. Apesar de toda a evolução científica, a medicina não conseguiu formar um substituto do sangue. Quem produz sangue é somente o organismo humano e quem precisa de sangue depende de doadores humanos.
O SANGUE que você doa tem um destino muito especial. Ele será utilizado para ajudar outras pessoas a viverem mais. É por isso que dizemos: quando você doa sangue está ajudando alguém a viver. Nós não doamos apenas sangue, doamos vida. Por isso, doar sangue é um gesto de solidariedade humana e cristã. 
DOAR sangue é partilhar a vida. Não doar é reter egoisticamente o dom da vida. A vida tem, por excelência, o privilégio de poder ser partilhada. Assim como qualquer órgão, o sangue é vida que se refaz, que revigora, que fortalece a própria vida na vida do outro. Doar sangue é não reter para si aquilo que está de sobra, pois o que sobra é dos outros. “Doar sangue é fazer o bem sem olhar a quem. Doar sangue é fazer florescer a esperança na vida de muitas pessoas.
PORTANTO, quem doa sangue não faz apenas um favor, mas cumpre um dos gestos mais nobres que podem ser feitos a uma pessoa em necessidade. Poder doar sangue é poder ser alguém que comunica e partilha vida, que liberta e resgata vidas em perigo. Preservar o sangue de doenças contagiosas é preservar a vida. Sangue é uma questão de responsabilidade com a vida. O sangue é um símbolo de vida.
A NOSSA FÉ nos dá a certeza de que, apesar dos obstáculos, a vitória final será de quem estendeu os braços para doar sangue e vida em favor de um ser humano, imagem de Deus. A vitória será dos homens e mulheres que souberam amar a vida, a vida de todas as pessoas, independentemente de cor, sexo, religião ou condição social. Lembre-se: doar sangue é rápido, simples e seguro. É um gesto de solidariedade que vale vidas.
FOI JESUS quem nos disse: “Eu vim para que todos tenham vida, e a tenham em abundância” (Jo 10,10). Somos os colaboradores do Deus da vida nesta sublime missão de doar sangue para que aconteça a vida em plenitude. Somos os mensageiros que, em meio às contradições, conflitos e desafios urgentes deste século, queremos desfraldar a bandeira da vida. Que haja sangue e vida abundante para todos!


O Bispo