• Ação popular pede remoção de vídeo obsceno em conta no Twitter de Bolsonaro

Ação popular pede remoção de vídeo obsceno em conta no Twitter de Bolsonaro

07 de março de 2019 \\ Brasil

Uma ação popular pede que o presidente Jair Bolsonaro apague de sua conta no Twitter um vídeo obsceno gravado durante o Carnaval. A ação tramita na 1ª Vara Cível Federal de São Paulo. 

No post, o presidente disse que não se sentia confortável em mostrar o vídeo, mas deveria "expor a verdade para a população ter conhecimento e sempre tomar suas prioridades (sic). É isto [o] que tem virado muitos blocos de rua no carnaval brasileiro". Mais tarde, Bolsonaro perguntou "o que é golden shower", uma prática sexual, enquanto a hashtag "goldenshowerbolsonaro" se destacava entre os temas comentados no Twitter. O comentário do presidente repercutiu na mídia nacional e internacional durante todo o dia.

A ação popular, assinada pelos advogados Marcelo Feller, Ricardo Amin Abrahão Naclee José Carlos Abissamra Filho, é dito que o presidente, dentre seus 3,5 milhões de seguidores, é seguido por crianças e adolescentes, e “isso já seria o suficiente para se determinar a sua remoção". Segundo a ação, ao usar suas redes sociais para divulgar este vídeo, o presidente atingiu a moralidade administrativa. Os advogados argumentam ainda que Bolsonaro desestimula o turismo "em sua festa mais icônica e conhecida mundialmente", que é o carnaval. Além disso, a ação considera que o presidente "atacou diretamente patrimônio cultural brasileiro" por afirmar que o carnaval "'virou' uma cena dantesca". 

Reprodução: BN

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE