• Deputados federais querem rever isenções tributárias, incluindo igrejas e clubes de futebol

Deputados federais querem rever isenções tributárias, incluindo igrejas e clubes de futebol

26 de dezembro de 2016 \\ Economia

Deputados federais querem reavaliar isenções tributárias, que representam um terço do déficit das contas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em 2017, que será de R$ 181 bilhões. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, entre os benefícios que devem ser revistos estão as isenções concedidas por lei a pequenos empresários, indústrias, entidades filantrópicas e produtores rurais, que correspondem a R$ 62,5 bilhões em contribuições que poderiam ser destinados à Previdência. Há também entre os principais alvos as isenções concedidas a igrejas e instituições de ensino religiosas. Os parlamentares querem também a cobrança de clubes de futebol, que anteriormente recolhiam um percentual da folha de salários e agora pagam 5% sobre o total do faturamento. A reavaliação das isenções também é defendida pelas centrais sindicais, que enxergam na medida uma forma de reduzir o impacto das mudanças que serão trazidas pela reforma da Previdência. O governo não se posicionou oficialmente sobre o tema, mas tem estimulado os deputados a avançarem a discussão. Entre eles está o deputado Arthur Maia (PPS-BA), escolhido pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para relatar a proposta de reforma do governo. (Bahia Notícias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE