•  Prefeitura de Feira: Banco Mundial valoriza programas da Sedeso no MCMV

Prefeitura de Feira: Banco Mundial valoriza programas da Sedeso no MCMV

12 de novembro de 2017 \\ Geral

Única cidade do Nordeste selecionada pelo Banco Mundial (BM) para um estudo nacional da garantia de direitos humanos no programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV), Feira de Santana chama a atenção dos técnicos da missão diante das ações promovidas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso). Os agentes valorizaram o empenho do Governo Municipal “dando prioridade e fazendo articulações com outros setores” para promover o desenvolvimento das comunidades dos residenciais voltados para famílias de baixo poder aquisitivo.

Durante a visita à cidade, os técnicos Francesco Villa Rosa e Tereza Herling, consultores do Banco Mundial, observaram os pontos cruciais das ações da Sedeso. “Pelo que estou vendo, duas coisas interessantes: está sendo dada prioridade e fazendo trabalho de articulação. Algo fundamental para ter acesso a serviços básicos”, frisou Francesco.

As ações desenvolvidas pela Sedeso foram apresentadas pelo secretário titular da pasta, Ildes Ferreira, que esteve acompanhado de técnicos da secretaria durante a reunião com os representantes do BM. Também presente o gerente de Filial da Caixa Econômica Federal, Ivanberg Pereira.

O secretário Ildes Ferreira ressaltou a preocupação da Sedeso em conscientizar os cidadãos sobre as políticas sociais que eles podem buscar e estimular a organização autônoma para manter relação contínua com os poderes públicos.

Os técnicos ainda foram informados sobre a experiência exitosa de projeto desenvolvido pela Sedeso em parceria com o Senai visando levar cursos profissionalizantes para os moradores dos empreendimentos do MCMV nos próprios conjuntos, visando estimular a economia e o trabalho autônomo.

Logo em seguida, os técnicos também visitaram a exposição de artesanato desenvolvido por moradores de unidades do programa MCMV, fruto de oficinas de artesanato promovidas pela Sedeso. A mostra está no escritório central da Caixa Econômica Federal na avenida Getúlio Vargas.

Os estudos são resultado de parceria entre o Banco Mundial e o Ministério das Cidades, que vêm mantendo contatos com a Caixa Econômica Federal e diversas prefeituras do Brasil para conhecer a realidade dos empreendimentos do programa Minha Casa, Minha Vida. Além de Feira de Santana, na condição de única cidade do Nordeste, também foram selecionadas as cidades de São Paulo, Guarulhos, São Bernardo dos Campos, São Leopoldo e Brasília.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE