• Oposição na AL-BA faz pedido de investigação por suspeita de propina em repasse da Cerb

Oposição na AL-BA faz pedido de investigação por suspeita de propina em repasse da Cerb

10 de dezembro de 2017 \\ Geral

A bancada de oposição da Assembleia Legislativa da Bahia protocolou neste sábado (9) um pedido no Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) para que seja investigada uma suspeita de pagamento de propina em repasses da Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos da Bahia (Cerb) durante a gestão do ex-governador e atual secretário estadual de Desenvolvimento Econômico do estado, Jaques Wagner (PT). A representação relata fatos narrados pelos executivos da Odebrecht, André Vital Pessoa de Melo e Cláudio Melo Filho em delação premiada à força-tarefa da Operação Lava Jato. Segundo eles, o acordo fechado entre a Cerb e empresa só foi firmado mediante o pagamento de um montante em dinheiro Wagner. O valor teria servido como "caixa dois" para a camapanha do atual governador, Rui Costa. Na avaliação dos deputado, as acusações apresentadas pelos executivos sugerem a prática de crimes contra a Administração Pública e por esse motivo solicitam uma investigação criminal. O pedido da bancada de oposição na AL-BA também leva em conta o fato de negociação ter acontecido quando ainda estava pendente o julgamento de um Recurso Especial interposto pela Cerb que pretendia a desconstituição de uma dívida e também a referência de que acordo judicial quebrou a ordem cronológica dos precatórios, privilegiando a construtora em detrimento dos demais credores do estado e da Cerb. “Mesmo ainda pendente apreciação de recurso judicial trazemos ao conhecimento desta autoridade policial os fatos articulados para que sejam investigados em devido e competente inquérito policial”, diz o ofício assinado pelo líder da Bancada, deputado Leur Lomanto Jr. As informações são do Bahia Notícias. 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE