• Começa a faltar frutas na Ceasa do CIA-Aeroporto

Começa a faltar frutas na Ceasa do CIA-Aeroporto

24 de maio de 2018 \\ Geral

A greve de caminhoneiros contra o aumento no valor de diesel já está trazendo prejuízos para a população. Em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), o Centro de Abastecimento (Ceasa) começa a ficar sem produtos. Este é o 4º dia em que os motoristas de caminhões e carretas estão interrompendo o tráfego em rodovias de todos o país, impedindo o transporte de produtos.

Frutas como goiaba, banana, ovos, uva, batata e maçã já estão em falta. Segundo os feirantes, caso a greve não seja encerrada o que resta no estoque deve acabar amanhã (25). Sem os produtos e com a procura dos consumidores, o preço deve aumentar.

Liminar

Uma liminar concedida pela Justiça Federal, na quarta-feira (23), proíbe o bloqueio do tráfego em rodovias baianas de caminhões pertencentes ou contratados por uma empresa de alimentos que ingressou com uma ação por conta dos protestos de caminhoneiros em vias de todos o país contra o aumento do óleo diesel.

A Justiça determinou que seja garantida a passagem dos caminhões e veículos da empresa na BR-020, BR-116, BR-381 e BR-324. A liminar determina que a União, por meio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), garanta o tráfego dos caminhões que circulam por conta e ordem da empresa autora da ação, sob pena de multa diária no valor de R$ 10 mil por caminhão comprovadamente impedido de trafegar. Com informações do G1

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE