• Prefeitura Municipal e o SESC discutem parcerias em setores estratégicos

Prefeitura Municipal e o SESC discutem parcerias em setores estratégicos

12 de julho de 2018 \\ Geral

A Prefeitura Municipal e o Serviço Social do Comércio (SESC) poderão estabelecer parcerias estratégicas em áreas como turismo, música, esporte, saúde e educação, conforme tratativas iniciadas na tarde desta quarta-feira, 11, no Parque do Saber.

O encontro contou com as presenças do prefeito Colbert Martins Filho, os secretários Ildes Ferreira (Desenvolvimento Social), Antônio Carlos Borges Júnior (Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico) e diretores do SESC/Salvador.

O SESC, uma empresa privada sem fins lucrativos, tem como filosofia promover ações sociais e educativas que contribuam para a qualidade de vida das pessoas, a exemplo de cursos de alfabetização, Ensino Fundamental I e II e Ensino Médio.

Atua também fortemente nas áreas de lazer e cultura. O “Sonora Brasil”, circuito musical que fomenta e revela a formação de bandas musicais é um dos programas que simbolizam às ações de integração entre o SESC e as comunidades localizadas nas suas áreas de abrangência.

Esta iniciativa é bem vista pelo secretário Ildes Ferreira, preocupado em estender as ações da sua pasta as 32 mil famílias do município cadastradas no programa Bolsa Família. 

Centro Cultural e Restaurante

Se referindo ao Centro Cultural e o Restaurante que serão entregues pelo SESC à população feirense, previsto para serem inaugurados em outubro, o prefeito Colbert Filho (foto) pontuou que “nós temos muito interesse na integração das ações da Prefeitura Municipal com o SESC, para que este equipamento funcione da melhor maneira possível, alinhando os nossos projetos aos que estão sendo oferecidos pelo SESC”.

O moderno e amplo complexo é dotado de infraestrutura para oferecer serviços e realizar atividades nas áreas de Assistência, Cultura, Educação e Saúde. O empreendimento foi construído pelo SESC numa área doada pela Prefeitura na Praça Carlos Bahia, onde funcionaram a Santa Casa de Misericórdia e, posteriormente, o I Batalhão da Polícia Militar.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE