• CMFS: Edvaldo Lima se manifesta contra legalização do aborto

CMFS: Edvaldo Lima se manifesta contra legalização do aborto

14 de agosto de 2018 \\ Geral

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta terça-feira (14), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Edvaldo Lima (PP) leu artigos da Constituição Federal e se manifestou contra a possibilidade da legalização do aborto, discutida no Congresso Nacional.

O vereador fez a leitura do  artigo 227 da Constituição Federal e pediu a atenção dos colegas e presentes nas galerias.  “Fiz questão de ler esse artigo para que fique claro que não pode provocar determinados atos contra as crianças e criança não é só quando está fora do ventre da mãe. Infelizmente, têm pessoas que querem matar a criança antes dela vir ao mundo. Há três motivos para se permitir a realização do aborto, mas agora é diferente porque está no Congresso um projeto de lei que visa a legalização do aborto. Penso que só Deus pode tirar a vida de um ser”, pontuou Edvaldo.

O edil fez também a leitura de um texto que critica um debate ocorrido no STF, na discussão pela legalização do aborto. “Os militantes do PSOL  estão com esta iniciativa. Esse partido quer, de qualquer maneira, destruir a nação brasileira, mas neste pais tem cristãos que estão orando e esperando a resposta divina e não do homem. Vou dar entrada em uma Moção de Repúdio contra o PSOL, pois não podemos baixar a cabeça para essa miséria que o partido quer implantar. São eles também que querem implantar a ideologia de gênero para ensinar as crianças a serem gays”, disse.

Para finalizar, Edvaldo lembrou dos gastos que o Estado tem quando uma mulher realiza o aborto e ressaltou que a criança quando nasce precisa de proteção do Estado. “Essa proteção está na nossa Constituição. Certamente o STF vai decidir da maneira correta, terão juízo os nossos ministros”, findou.

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE