• Governador Rui Costa fala sobre obras propostas para Feira, inclusive ferrovia ligando a Salvador

Governador Rui Costa fala sobre obras propostas para Feira, inclusive ferrovia ligando a Salvador

22 de outubro de 2018 \\ Geral

Em entrevista coletiva concedida nesta segunda (22), em Feira de Santana, pela primeira vez após reeleição, o governador da Bahia, Rui Costa falou sobre a continuidade dos investimentos na cidade. Na área de saúde, está prevista a construção de uma nova unidade do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) para aumenta a oferta dos serviços voltados especialmente para a alta complexidade. Além disso, há previsão de investimentos para pré-requisitos e qualificação do aeroporto, possibilitando trabalhar junto a companhias aéreas para aumentar o número de voos e a realização de decolagens noturnas. Foi citada ainda como ?fundamental, urgente e necessária? a realização do contorno norte, saída da BR 324 que passa pela Universidade Estadual (UEFS) no sentido Serrinha. O governador informa que, ainda quando Dilma governava o país, o trecho tinha um convênio pronto para ser assinado pelo Estado, mas o processo burocrático impediu a viabilidade à tempo, tendo sido paralisado em seguida. A obra orçada na ordem R$ 150 milhões é considerada imprescindível pelo governador, ao reconhecer que a depender do horário os transeuntes levam quase uma hora para atravessar o trecho de rodovia federal. Ferrovia O governador falou ainda acerca de outras obras de maior porte que dependem da participação do governo federal. A exemplo, citou a proposta de retirada da ferrovia de dentro das cidades históricas Cachoeira e São Félix trazendo para fazer o contorno em Feira de Santana, margeando a BR 324 até Candeias. Rui Costa observou que este foi mais um dos projetos que o atual governo federal não avalizou. ?Infelizmente o governo atual não desenvolveu projetos novos nem encaminhou os já existentes, muito menos vem quitando o seu débito com a Bahia?, declarou. Se o governo federal materializar esse projeto que já está no Programa de Avaliação Continuada (PAC), o Estado propõe complementar com recursos próprios a ferrovia de Candeias até Águas Claras, para que possa colocar um trem com velocidade em torno de 150km/h para fazer a ligação Feira/Salvador. ?O viaduto de Águas Claras porque ali vai estar a nova estação rodoviária e a nova estação de Metrô, portanto agregaríamos um trem para fazer esse trajeto?, explica o governador sobre o projeto que visa fazer integração das duas regiões que considera metropolitanas e que seria importante para o desenvolvimento econômico de ambas.


Fonte: Bom Dia Feira 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE