• Lideranças discutem apoio da ALBA para 3º Acampamento dos Povos Indígenas no CAB

Lideranças discutem apoio da ALBA para 3º Acampamento dos Povos Indígenas no CAB

27 de fevereiro de 2019 \\ Geral

Lideranças Indígenas dos povos Pataxó Hã hã, Tumbalalá, Payayá e Tupinambá estiveram em audiência, nesta terça-feira (26), com o presidente em exercício da Assembleia Legislativa, deputado Alex Lima (PSB), para tratar do 3º Acampamento Estadual dos Povos Indígenas da Bahia, previsto para acontecer entre os dias 7 e 10 de maio no Centro Administrativo. A reunião foi mediada pelo deputado estadual Marcelino Galo (PT). 

De acordo com Kâhu Pataxó, coordenador geral do Movimento Unido dos Povos e Organizações indígenas da Bahia, a ação pretende reunir entre 500 e 600 Indígenas de 24 Povos de todo estado, cobrar a demarcação de terras indígenas, reivindicar investimentos em educação indígena, a implementação da carreira do professor indígena e reclamar a preservação e efetivação de seus direitos. Na Bahia, aproximadamente, há 22 terras indígenas em processo de demarcação. 

“É importante a gente debater a conjuntura política, aglutinar força e lutar contra os retrocessos”, afirmou Kâhu, que pediu apoio estrutural da Casa Legislativa para implantação do acampamento na área externa da Assembleia Legislativa. “Nossos parentes indígenas sempre são bem vindos na Casa do povo e tem também nosso apoio na luta por seus direitos e contra os retrocessos”, enfatizou o deputado Alex Lima, para quem a solicitação será aprovada pela Mesa Diretora. “Vamos possibilitar esse grande encontro e troca de saberes entre os povos e fortalecer a luta em defesa dos direitos indígenas, humanos e da democracia”, afirmou Galo.

Fotos divulgação / Daniel Ferreira

Assessoria de Imprensa 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE