• “Mulheres brasileiras em luta têm como inspiração o legado de Marielle Franco”, diz Valmir

“Mulheres brasileiras em luta têm como inspiração o legado de Marielle Franco”, diz Valmir

09 de março de 2019 \\ Geral

O Dia Internacional da Mulher, celebrado nesta sexta-feira (8 de março) foi defendido pelo deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) como “fundamental para potencializar a luta feminista”. De acordo com o parlamentar petista, as mulheres brasileiras que estão diariamente em luta têm o legado da vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco, assassinada há quase um ano, como inspiração. “As mulheres brasileiras tomam por inspiração o legado de Marielle. Aproveito a oportunidade para cobrar das autoridades que deem respostas sobre quem mandou matá-la”. Valmir também lembra que a reforma da Previdência, proposta pelo governo de Bolsonaro, é uma pauta fundamental de resistência. “A proposta de Bolsonaro precariza ainda mais o trabalho de mulheres, aumenta a idade mínima e não considera rotinas de dupla ou tripla jornada. Elas são as mais penalizadas nesta nefasta reforma”, pontua o petista. Ligado ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Assunção defende a participação das mulheres nos locais de poder e na política diretamente. Ele ainda cita a questão do crescimento da violência contra as mulheres. “Quanto ao feminicídio, os índices são alarmantes. De acordo com a Organização Mundial da Saúde [OMS], o Brasil já tem a quinta maior taxa de feminicídios entre 84 nações pesquisadas. Com a flexibilização da posse de armas para até quatro, há a preocupação de que esse número estoure, pois os dados afirmam que o feminicídio, na grande maioria das vezes, é praticado por pessoas próximas, a exemplo de namorados e maridos”, completa. O mandato de Valmir ainda participou, nesta sexta, da Marcha Unificada das Mulheres que aconteceu em Salvador e tomou as ruas do centro da cidade. Ascom do deputado Valmir Assunção

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE