• Investimentos de R$ 1,6 Mi levam água de qualidade  para 341 famílias em Casa Nova

Investimentos de R$ 1,6 Mi levam água de qualidade para 341 famílias em Casa Nova

12 de março de 2019 \\ Geral

Com investimentos da ordem de R$ 1,690 milhão o governador Rui Costa, acompanhado pelo secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Leonardo Góes, entregou oito sistemas de abastecimento de água na zona rural de Casa Nova. Mais de mil pessoas foram beneficiadas com as obras realizadas pela Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb), empresa vinculada à Sihs. Os sistemas de abastecimento de água possuem unidades dessalinizadoras e vão atender às localidades de Lagoa Alegre, Cacimbas, Lagoa dos Negros de Cima e de Baixo, Belmonte/Curral Novo, Ouricuri, Riachão Sítio Cachoeira, Luiz Viana e Salgadinho.

As 341  famílias que vivem na zona rural  do munícipio de Casa Nova agora terão acesso a água de qualidade para o consumo diário. Como nos poços perfurados pela Cerb a água é salobra, a alternativa encontrada pela empresa para abastecer a comunidade foi o uso da tecnologia da dessalinização e cloração. Depois de passar por tratamento a água é distribuída através de chafarizes eletrônicos e convencionais. Os sistemas são compostos ainda de bebedouros para dessedentação animal, reservatórios e tanques de contenção para tratamento do concentrado.

O gerenciamento dos sistemas de abastecimento com dessalinizadores é feito por operadores das próprias comunidades. Para isso, foram instalados chafarizes eletrônicos, idealizado por técnicos da Cerb, onde os moradores tem acesso a 20 litros de água potável, através de uma ficha, promovendo, assim, o uso consciente da água. "Locais de difícil acesso ou longe dos centros urbanos também precisam de investimentos. Ao encontrar a infraestrutura adequada para cada realidade, a Sihs ajuda a impulsionar o desenvolvimento econômico e a melhoria da qualidade de vida da população", avalia o secretário.

Para o presidente da Cerb, Marcus Bulhões, as  soluções para a questão do abastecimento de água na Bahia variam  de acordo com cada localidade. "Em alguns casos o uso de tecnologia alternativa como a instalação de unidades dessalinizadoras foi o ponto  de partida  encontrado para  resolver o problema de muitas localidades no semiárido baiano", informa. "Nessas regiões a existência  de poços  com água salobra  inviabilizava o  aproveitamento  para  o consumo humano e até  animal. Com a dessalinização é possível ter água de qualidade", finaliza Bulhões.   

 

Ascom Sihs/Cerb

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE