• Procissão do Fogaréu mantém tradição secular em Feira de Santana

Procissão do Fogaréu mantém tradição secular em Feira de Santana

19 de abril de 2019 \\ Geral

Tradição secular mantida pela Igreja Católica, a Procissão do Fogaréu cortou as principais ruas e avenidas do centro da cidade, na noite desta quinta-feira, 18. À frente do cortejo,  que este ano recebeu um número significativo de mulheres, o arcebispo metropolitano Dom Zanoni e o prefeito Colbert Martins Filho, repetindo um gesto que marcou os últimos momentos da passagem de Jesus Cristo pela Terra.


Antes da procissão, a pregação na Capela do Hospital Dom Pedro de Alcântara reuniu centenas de fiéis para reflexão sobre os ensinamentos de Jesus,  a importância da data e o significado do período da Quaresma, os quarenta dias que antecederam a ressurreição de Cristo. 


Logo em seguida, a Procissão  do Fogaréu saiu pela rua Edelvira de Oliveira, com os homens carregando as tochas, que simbolizam a busca incansável dos soldados para capturarem Jesus. À frente, o som da matraca, chamando as pessoas para a rua. 


Aos poucos, a multidão foi se juntando ao cortejo, que seguiu pelas avenidas Maria Quitéria e Getúlio Vargas. 


As comemorações prosseguem até domingo, 21, quando se encerra o ciclo de sofrimento de Jesus Cristo e é comemorada a sua ressurreição, época das boas novas e da salvação.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE