• Bahia lidera investimentos para estimular economia, diz Vitório Segue Sonora Manoel Vitório

Bahia lidera investimentos para estimular economia, diz Vitório Segue Sonora Manoel Vitório

23 de abril de 2019 \\ Geral

Destaque em relatório do Tesouro Nacional como o Estado com maior porcentagem do orçamento destinada a investimentos nos dois primeiros meses de 2019, a Bahia mantém o desempenho dos últimos anos, quando se firmou entre os líderes do país neste quesito, avalia o secretário da Fazenda do Estado, Manoel Vitório. Ele ressalta que a ênfase nos gastos em obras e serviços que atendem a demandas estratégicas da sociedade tem caracterizado o atual modelo de gestão.


“Sob a liderança do governador Rui Costa, a Bahia se diferencia por associar o equilíbrio fiscal aos investimentos necessários para a retomada da atividade econômica”, ressalta Vitório. De acordo com o jornal Valor Econômico, ao repercutir o Relatório Resumido de Execução Orçamentária (RREO) com foco nos Estados, divulgado pelo Tesouro Nacional, a Bahia destinou para investimentos, no primeiro bimestre, 4% do orçamento.


Manoel Vitório enfatiza que o governo baiano vai continuar buscando o controle dos gastos públicos e o crescimento das receitas próprias para assegurar a capacidade de investimento. “O gasto com investimento qualifica a infraestrutura, amplia os serviços, atrai investidores privados, gera emprego e renda e estimula a economia”, afirma o secretário da Fazenda. Ele lembra que entre 2015 e 2018 o governo baiano destinou R$ 10,3 bilhões para investimentos. Trata-se de valor proporcionalmente maior que o alcançado por São Paulo, estado mais rico do país e líder nacional nos últimos quatro anos:  o governo paulista, tendo investido R$ 31,9 bilhões no mesmo período, possui orçamento cinco vezes maior que o baiano.


Principais investimentos

Entre os principais investimentos em infraestrutura estão os novos corredores estruturantes em Salvador, como a recém-inaugurada Avenida 29 de Março, a Via Barradão e a nova etapa da Linha Azul, que faz a ligação entre as avenidas Pinto de Aguiar e Gal Costa, além da expansão do metrô e das obras nas encostas da capital. No interior, o governo vem investindo na construção e na recuperação de estradas em todo o Estado e na implantação de obras de segurança hídrica, como barragens, que minimizam os efeitos da seca.


As entregas nos últimos anos incluíram, na área de saúde, o HGE 2 e o Hospital da Mulher, em Salvador, e ainda os hospitais do Cacau, em Ilhéus, e da Chapada, em Seabra, além da Maternidade do Hospital da Criança, em Feira, e das policlínicas regionais em Feira de Santana, Jequié, Irecê, Alagoinhas, Guanambi, Teixeira de Freitas, além da ampliação do número de leitos nas redes direta e indireta. Outras nove policlínicas estão em fase de construção.


Em segurança pública são destaques a implantação do Centro de Operações e Inteligência 2 de Julho, referência no setor no país, e ainda de 31 Distritos Integrados de Segurança (Diseps) e de 10 Centros Integrados de Comunicações (Cicons) no interior. Além da modernização das polícias baianas, os investimentos na área de segurança contemplaram ainda a renovação da frota.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE