• Hospital Clériston Andrade realiza campanha de incentivo a higiene das mãos e combate a infecção hospitalar

Hospital Clériston Andrade realiza campanha de incentivo a higiene das mãos e combate a infecção hospitalar

09 de maio de 2019 \\ Geral

A Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), está realizando a campanha “Maio pela Higienização das mãos”. As atividades, que tiveram início nesta quarta-feira (07), são alusivas ao Dia Mundial da Higienização das Mãos (05 de maio) e ao Dia Nacional de Controle de Infecção Hospitalar (15 de maio).

Segundo Fátima Cruz, coordenadora da CCIH, o objetivo é promover uma conscientização junto aos profissionais de saúde da unidade e também aos acompanhantes e visitantes sobre a importância da higiene das mãos para erradicação e controle do risco de infecção hospitalar. “As infecções hospitalares se constituem, atualmente, um dos maiores problemas de saúde pública, visto que prolongam o internamento do paciente, encarecem o tratamento e podem levar a óbito”, afirmou Fátima.

Na manhã desta quarta-feira, foram realizadas Ação de Corredor com Exposição de Vídeo, Utilização da Caixa Reveladora, Orientação individual, distribuição de material educativo. Pela tarde ocorreu o I Curso de Antibioticoterapia na Prática Clínica, promovido pela infectologista Verônica Rocha.

A dinâmica da “caixa reveladora” utiliza um gel colorido fluorescente e uma caixa com luz negra. As pessoas são convidadas a higienizarem as mãos com o álcool gel e colocarem dentro da caixa escura. A luz negra revela os pontos não atingidos e identifica a carga de sujeira nas mãos. Se a limpeza não for eficiente, eles são orientados a corrigir as falhas lavando as mãos de forma adequada.

Este ano a CCIH vai promover no dia 16 de maio o I Seminário de Controle de Infecção Hospitalar do HGCA. “Nossa proposta é atrair os municípios pactuados com o HGCA para uma sensibilização e alertar sobre a infecção hospitalar, além de mostrarmos como trabalhamos aqui no HGCA, visto que recebemos muitos pacientes vindos de outras cidades já infectados”, concluiu Fátima.

As atividades serão encerradas no dia 27 de maio, com atividades lúdicas ação de impacto no corredor e distribuição de material educativo.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE