• Feira de saúde atende moradores de Jequié e região até sexta-feira

Feira de saúde atende moradores de Jequié e região até sexta-feira

09 de maio de 2019 \\ Geral

Moradores de Jequié e de 27 municípios do entorno estão tendo a oportunidade de realizar cirurgias eletivas de hérnia, vesícula e histerectomia, por meio da segunda edição da feira de saúde “HGPV na comunidade”, promovida pelo Hospital Geral Prado Valadares (HGPV), em parceria com as Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA). O evento, que atende a população nestas quinta e sexta-feira (9 e 10), no estacionamento do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, na Avenida Cesar Borges, marca o início da oferta de cirurgias eletivas em todas as feiras de saúde promovidas pelas VSBA na Bahia. A primeira edição da feira na cidade atendeu 11 mil pessoas.

De acordo com a diretora-geral do HGPV, Poliana Leandro Oliveira, a expectativa é que dessa vez mais de seis mil habitantes de Jequié e do entorno sejam atendidos. “Estão sendo disponibilizados atendimentos nas especialidades de odontologia, urologia, pediatria, psiquiatria, eletrocardiograma, raio-x, entre outros serviços. Para ultrassonografia e raio-x, é necessário trazer a requisição médica. Para todos os exames é necessário o cartão do SUS e o RG", orientou Poliana.

O coordenador de ações comunitárias das VSBA, Edvaldo Gomes, explicou que os procedimentos cirúrgicos serão realizados por cirurgião-geral em Ipiaú. "Para as demais regiões a gente já tem um calendário estabelecido até dezembro. Montamos a feira para atender a população e marcamos a cirurgia em um hospital que atenda à região onde a feira está sendo realizada". Edvaldo falou, ainda, das próximas agendas. "Na semana que vem estaremos em Amargosa, daqui a 15 dias em Cruz das Almas, e no final do mês em Maracás".

O microempresário Mecio Ramacoti, 48 anos, aproveitou a oportunidade e já foi encaminhado para realizar uma cirurgia de vesícula. “Se não tivesse esse mutirão, eu teria que fazer uma cirurgia particular. Cheguei a pesquisar e fica em torno de cinco a seis mil reais uma cirurgia dessa. Eu já estava pensando como iria juntar esse dinheiro. Agora eu já fiz o eletrocardiograma e todos os outros exames e já vou marcar minha cirurgia sem pagar nada", destacou.

Dona Jucineide Silva tem 54 anos e vai ganhar uma prótese dentária. "Se fosse fazer em outro lugar eu teria que pagar uma consulta no dentista, teria que pagar pela dentadura e eu não tenho condição. Meus filhos me ajudam e eu não estou trabalhando, então essa feira me ajudou muito”.

Fonte: GovBa

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE