• Prefeito Colbert Martins Filho inaugura nova sede do CAPSi, no bairro Olhos D`água

Prefeito Colbert Martins Filho inaugura nova sede do CAPSi, no bairro Olhos D`água

07 de junho de 2019 \\ Geral

O prefeito Colbert Martins Filho, acompanhado do ex-prefeito José Ronaldo de Carvalho e da secretária de Saúde, Denise Mascarenhas inaugurou, na tarde/noite desta quarta-feira, 5, o Centro de Atenção Psicossocial Infanto-juvenil(CAPSi) Osvaldo Brasileiro Franco.

Localizado no bairro Olhos D'água, o equipamento vai oferecer uma gama de atendimentos, entre eles, realizar o acompanhamento clínico e promover a reinserção social dos seus usuários, através do acesso e garantia dos seus direitos civis, fortalecendo os laços familiares e comunitários.

Entre todos os dispositivos de Atenção à Saúde Mental, o Caps tem valor estratégico para a Reforma Psiquiátrica implantada no país, que, através da criação desses centros, tem possibilitado a organização de uma rede substitutiva aos hospitais psiquiátricos.

O Centro Psicossocial vai oferecer acompanhamento clínico em regime de atenção diária; evitando as internações em hospitais psiquiátricos; acolhendo e atendendo pacientes com transtornos mentais graves e persistentes, e dando suporte na atenção à Saúde Mental na rede básica.

Ao agradecer ao ex-prefeito José Ronaldo por ter iniciado a implantação deste importante equipamento voltado ao tratamento do transtorno mental, o prefeito Colbert Filho enfatizou que "este é um investimento numa das áreas mais sensíveis da Saúde. Num momento em que o Governo do Estado dá as costas para a esta tão importante, nós estamos entregando a comunidade esta obra, que ainda não é o suficiente, mas estratégica no setor de emergência, para que, não só o paciente, mas toda a sua família possa ser devidamente acolhida", disse o gestor.

O ato contou com as presenças de secretários municipais, lideranças políticas, médicos e técnicos de saúde que atuam na área de atendimento a Saúde Mental.

Com a filosofia de funcionamento similar ao CAPS I, o CAPS III vai atender prioritariamente pessoas em intenso sofrimento psíquico decorrente de transtornos mentais graves e persistentes, incluindo aqueles relacionados ao uso de substâncias psicoativas, e outras situações clínicas que impossibilitem estabelecer laços sociais e realizar projetos de vida.

Proporciona serviços de atenção contínua, incluindo feriados e finais de semana, ofertando retaguarda clínica e acolhimento noturno a outros serviços de saúde mental, inclusive CAPS AD. Indicado para municípios ou regiões de saúde com população acima de cento e cinquenta mil habitantes.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE