• Apesar dos pesares, a Bahia até que vai bem

Apesar dos pesares, a Bahia até que vai bem

04 de março de 2017 \\ Governo

Com estados como Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul penando com a falência dos cofres públicos, os secretários Jaques Wagner (Desenvolvimento Social) e Manoel Vitório (Fazenda) festejam o fato de a Bahia ter liderado no Nordeste os novos empreendimentos, em 2016, com um total de R$ 9,1 bilhões, e ter investido R$ 3,19 bilhões em obras, tipo o metrô e os hospitais da Mulher e HGE 2. Destacaram ainda que a Bahia vem fazendo ajuste fiscal para reduzir gastos com custeio, que não incluem despesa com pessoal. A economia chegou a R$ 1,2 bilhão nos dois últimos anos. Em síntese, apesar dos pesares, dizem eles, a Bahia vai bem.

Outros tempos - Aliás, Jaques Wagner lembra que Rui Costa pegou um momento muito mais desfavorável que ele. Quando assumiu o governo, em janeiro de 2007, a economia ia de vento em popa e Lula era um presidente popular. Com Rui, a economia está em crise e Dilma sofreu o impeachment. As informações são da coluna Tempo Presente, do A tarde.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE