• Suicídio de atriz mirim vítima de bullying deixa Austrália chocada

Suicídio de atriz mirim vítima de bullying deixa Austrália chocada

10 de janeiro de 2018 \\ Mundo

A estrela mirim Amy "Dolly" Everett, que ficou conhecida na Austrália por conta de uma campanha publicitária no país, se suicidou aos 14 anos por conta do bullying que vinha sofrendo. O pai, Tick Everett, contou qe Amy tirou a vida "para escapar da maldade deste mundo". Ele não deu detalhes sobre as agressões que a filha sofria, mas fez um texto no Facebook em que convida os responsáveis a irem ao funeral da garota para presenciar a "devastação provocada". Amy tem fama no país desde os 8 anos, quando se tornou estrela da campanha da Akubra, criadora de chapéus de caubói popular na Austrália. Nas redes sociais, a empresa divulgou nota de pesar. "Nós estamos chocados ao saber da morte de Dolly - a garotinha que muitos de vocês reconhecerão da nossa última campanha de Natal. Dolly escolheu tirar a própria vida para escapar do bullying ao qual estava sendo submetida. Bullying de qualquer tipo é inaceitável", diz o texto. “Se nós pudermos ajudar outras vidas preciosas de serem perdidas e aliviar o sofrimento de muitos, então a vida de Doll não será desperdiçada. Eu sei que alguns consideram o suicídio uma coisa covarde, mas eu garanto a essas pessoas que elas não tem metade da força que meu anjo precioso tinha. Doll teve a força para fazer o que ela achava que tinha que fazer para escapar da maldade desse mundo. Infelizmente, ela nunca saberá sobre a grande dor e o vazio que ficou para trás”, escreveu o pai. Em outro trecho, ele convidou “as pessoas que pensaram que era só uma piada e que se sentiram superiores pelo bullying e assédio constantes” para irem ao velório e testemunharem a “ruína que criaram”. Ao fim da postagem, Everett pede que todos se unam para “parar quem faz bullying onde quer que estejam”, especialmente, aqueles que fazem esse tipo de ação “contra nossas crianças”. (Correio)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE