• Ronny demonstra insatisfação com secretários e diretores

Ronny demonstra insatisfação com secretários e diretores

18 de abril de 2017 \\ Política

Em discurso na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, na sessão ordinária desta terça-feira (18), o presidente do Poder Legislativo, vereador Reinaldo Miranda, Ronny (PHS), criticou o tratamento que alguns secretários municipais e diretores estão dando aos edis e alertou que conversas com políticos que não são da base não significa mudança de “lado”. 

“Assim como eu estive em conversa com o governador Rui Costa também o prefeito José Ronaldo teve, mas isso não significa que vamos mudar de base, apesar de que mudança políticas são naturais. Sinto-me bem onde estou apesar de não estar feliz com o tratamento que alguns secretários e diretores estão dando a nós vereadores”, desabafou Ronny. 

E continuou criticando o comportamento daqueles que estão à frente das pastas, bem como seus diretores e chefes de departamentos. “Aqui nesta Casa eles são bem tratados, bem recebidos. Sem contar que não aceitam sentar nas galerias nas sessões especiais e solenes, apenas aqui no Plenário. Porém, quando vamos às secretarias não é esse o tratamento que recebemos. Muitos não nos recebem”, relatou. 

O presidente ressaltou que os vereadores devem ser tratados como autoridades que são, visto que foram constituídos para representar o povo. “Fomos eleitos para um mandato de quatro anos e não nomeados pelo prefeito. Somos autoridades da cidade e não corremos o risco de dormirmos secretários e acordarmos sem o emprego. Tenho consciência de que não sou vereador estou vereador, mas enquanto detentor de mandato exijo respeito, não só a mim, mas a todos os meus colegas que por hora procuramos os secretários municipais e somos maltratados”, pontuou.

Em aparte, o vereador Isaías de Diogo (PSC) parabenizou o colega pelo discurso e demonstrou sua preocupação pela possível saída de Ronny da base do prefeito José Ronaldo. O que para ele causaria um transtorno grande. “Tem pessoas que precisam ser corrigidas para poder valorizarem esta Casa. Estamos aqui porque fomos eleitos pelo povo e os secretários têm que nos respeitar”, finalizou.

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE