• José Ronaldo e o assédio dos partidos

José Ronaldo e o assédio dos partidos

12 de julho de 2017 \\ Política

Com a escassez cada vez maior de político ficha limpa, além do privilégio de comandar o segundo maior colégio eleitoral da Bahia, o prefeito de Feira de Santana José Ronaldo tem sido assediado por muitos partidos, desde que começou a circular a informação de que deixará o Democratas. Somado a essas vantagens, tem o fato de ter conseguido expressiva votação quando disputou vaga no Senado, em 2010. Foram exatos 1.092.850 votos. O último líder de legenda na Bahia a afirmar que está de portas abertas para filiação do prefeito foi o deputado federal José Carlos Araújo, do PR, que, por sinal, é da base do governador Rui Costa. Mas para isso acontecer, das duas uma: ou José Ronaldo vai para a base de Rui, como muitos apostam, ou Araújo pula para a base do prefeito de Salvador, ACM Neto. E quando se trata de política, não dá para duvidar de nada.
 
Fonte: Acorda Cidade 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE