• Adolfo Viana saúda Chorrochó, Coaraci e Ubatã

Adolfo Viana saúda Chorrochó, Coaraci e Ubatã

13 de dezembro de 2018 \\ Política

O deputado Adolfo Viana (PSDB) apresentou, na Secretaria Geral da Mesa da Assembleia Legislativa, moções de congratulações parabenizando as cidades de Chorrochó, Coaraci e Ubatã que celebra hoje (12) aniversário de emancipação política.

Elevado à categoria de município pela Lei estadual nº 510, de 12 de dezembro de 1952 ao ser desmembrado de Curaçá, Chorrochó comemora 66 anos. Localizado na Região Nordeste, no Polígono das Secas, nas microrregiões homogêneas das corredeiras do São Francisco, Chorrochó tem atualmente mais de 11 mil habitantes, com uma população predominantemente rural. A economia da cidade é voltada para a agropecuária, que se resume na lavoura de subsistência e na cultura do feijão, cebola, algodão arbóreo, coco, na criação de caprinos e ovinos, além do comércio.  O parlamentar ressalta que segundo dados do IBGE, Chorrochó integra a Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco e que o seu distrito de Barra do Tarrachil foi inundado pelas águas da represa de Itaparica, tendo então sua comunidade reassentada pela Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf). 

A cidade de Coaraci também comemora 66 anos de emancipação política. Desmembrada de Ilhéus, tem sua história a partir da Fazenda Berimbau, onde formou-se um povoado e suas terras foram desbravadas por conta do cacau. Com o topônimo que  é  um vocábulo tupi que significa o sol, a cidade tem hoje mais de 17 mil habitantes e fica localizada no Sul da Bahia e tem sua economia centrada na cultura do cacau, além da agropecuária, indústria, serviços e o comércio.

O parlamentar ainda falou sobre Ubatã, que também comemora hoje 66 anos de emancipação política. Ele conta que, segundo dados históricos, o povoamento, nomeado de Dois Irmãos, surgiu por volta de 1909. Situada no Sul da Bahia, com distância de aproximados 367 km da capital, Ubatã tem hoje mais de 26 mil habitantes e a fonte econômica da cidade é voltada o comércio e indústria.  

Ao final das moções, Viana se congratulou com a população e lideranças políticas e desejou para as cidades votos de progresso. 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE