• Crise política: ACM Neto procura se manter 'reservado', mas mantém conversas com o DEM

Crise política: ACM Neto procura se manter 'reservado', mas mantém conversas com o DEM

25 de maio de 2017 \\ Política

Questionado sobre a crise política enfrentada pela gestão Michel Temer, o prefeito ACM Neto afirmou que tem procurado se manter “reservado” e não especular sobre os próximos passos. “É um momento que exige cautela, cuidado e muita atenção. Não vou ficar especulando que deve ser assim ou assado. Quem tem que dizer isso é o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal, caso haja, neste curso, qualquer coisa com o atual presidente. Tenho procurado me manter muito reservado, como fiz, inclusive, ao longo do impeachment da ex-presidente Dilma [Rousseff]; ninguém ouviu uma manifestação minha nessa ou naquela direção, exatamente pelo meu dever de ser prefeito da cidade”, disse. “Esse debate cabe a quem está em Brasília, aos parlamentares, aos membros do Judiciário, e não a mim como prefeito de Salvador”, completou. Neto, no entanto, afirmou que tem conversado no âmbito de seu partido, o Democratas, que faz parte da base aliada do presidente. “O Democratas tem conversado permanentemente. Estive em Brasília novamente essa semana, estive semana passada, tenho conversado dentro do partido, tenho conversado com as lideranças. O Democratas é um partido que tem responsabilidade, porque tem o presidente da Câmara que é o próximo na linha sucessória. Então mais ainda é exigido do Democratas uma postura de cautela e de bom senso com a estabilidade do país”, pontuou. O prefeito destacou a gravidade da situação política nacional – "ninguém duvida disso, está muito claro" – mas destacou que o caminho “tem que ser feito dentro do respeito à constitucionalidade”. As informações são do Bahia Notícias.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE