• Feira de Santana inicia campanha de vacinação contra a febre amarela

Feira de Santana inicia campanha de vacinação contra a febre amarela

03 de abril de 2017 \\ Saúde

Quinze mil doses da vacina contra a febre amarela já devem estar disponíveis na tarde desta segunda-feira (3) nos postos de saúde em Feira de Santana. O total de vacinas disponibilizadas pelo Ministério da Saúde para a cidade é de 350 mil, porém, conforme explicou a secretária municipal de Saúde, Denise Mascarenhas, durante entrevista ao programa Acorda Cidade, as doses não vão chegar todas de uma única vez. As doses da vacina foram confirmadas para Feira, após a confirmação do primeiro caso de febre amarela em macacos.

“Estaremos recebendo os quantitativos aos poucos. Não serão todas as 350 mil doses de vez. Recebemos 15 mil e já estamos distribuindo para nossas unidades. À medida que formos aplicando, as vacinas serão repostas, o Ministério irá cobrir todo o quantitativo estipulado da população prioritária e o estado distribuirá”, explicou.

De acordo com Denise, 120 unidades de saúde do município vão disponibilizar a vacina, além de dois pontos disponibilizados pelo estado; um na 2ª Dires e outro na rua Papa João XXIII, onde funcionava a antiga Sucam. A secretária pediu calma à população e garantiu que todos que fazem parte do grupo preconizado para ser vacinado serão atendidos.

“Não precisa nenhum tipo de correria, pois todas as pessoas serão vacinadas. Existem pessoas que não estão dentro da idade preconizada e pessoas que já foram vacinadas, por isso o quantitativo de vacinas é de 350 mil doses, só que essas 350 mil pessoas não podem ser vacinadas de uma só vez, por isso as pessoas devem se tranquilizar”, destacou.

A secretária Denise Mascarenhas informou que grávidas não devem ser vacinadas e pessoas idosas, somente com relatório médico. Ela explica que essa recomendação ocorre porque a vacina é feita de vírus vivo e a imunidade do idoso pode estar baixa para algumas doenças.

Já as pessoas que devem ser vacinadas são as crianças com nove meses, que vão receber o reforço aos 4 anos. As crianças que tomarem essas duas doses ficam imunes pela vida toda. Também devem tomar a vacina aquelas pessoas que ainda não foram imunizadas.

“As pessoas devem procurar os cartões de vacina para saber o período que tomou a dose contra a febre amarela, pois a vacina vale por 10 anos. Não existem duas doses para pessoas adultas. É uma única dose que vale por 10 anos. Quem não lembra se já tomou a vacina e perdeu o cartão de vacinação também será imunizado”, esclareceu a secretária.

Denise Mascarenhas salientou ainda que os macacos não transmitem a febre amarela e que ainda não existe confirmação de casos de febre amarela humana na Bahia. Ela lembra que o mosquito transmissor da doença é o aedes aegypti, que também transmite a dengue, zika e chikungunya. A secretária diz que o município está fazendo um trabalho de prevenção e que a população deve contribuir. 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE