• Arimateia promove Ato de Conscientização do Aleitamento Materno na ALBA

Arimateia promove Ato de Conscientização do Aleitamento Materno na ALBA

08 de agosto de 2017 \\ Saúde

As mulheres que passaram pelo Saguão Principal da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), durante toda a manhã segunda-feira (dia 7), foram contempladas com uma série de informações referentes ao aleitamento materno. A situação só foi possível em decorrência da iniciativa do presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Saúde e Institutos de Pesquisas Afins da Bahia, deputado estadual, José de Arimateia (PRB-BA), que realizou uma Ação de Conscientização acerca do tema.

O ato ocorreu em alusão ao Dia Mundial da Amamentação, que faz parte da programação da Semana Mundial de Aleitamento Materno, que ocorre em mais de 150 países, de 1º à 7 de agosto De acordo com informações da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38,6% dos bebês que residem no Brasil se alimentam apenas com o leite da mãe nos primeiros cinco meses de vida. O dado é classificado pela OMS como abaixo do ideal.

O idealizador da mobilização disse que a ação foi pensada para incitar o aleitamento materno na Bahia, incentivar a criação de bancos de doação de leite no estado, além de orientar e tirar dúvidas da comunidade baiana sobre o assunto. “A amamentação é importante tanto para o bebê, quanto para as mães e deve acontecer até os dois anos de idade, ou mais, da criança. Vale ressaltar ainda que as mães com o vírus da Hepatite C, além de portadoras do HTLV, HIV não podem amamentar seus filhos”, esclareceu Arimateia.

Agosto Dourado – A mobilização surgiu em 1992 e foi constituída pela Waba (Aliança Mundial de Ação pró-Amamentação), com a finalidade de conscientizar a população feminina sobre as vantagens do aleitamento materno para mães e filhos. No Brasil, a Lei 13.435/2017 estabeleceu agosto como o “Mês do Aleitamento Materno”.


Texto: Ludmilla Cohim

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE