Bastidores & Política

Bastidores & Política

Azevedo Júnior

Só dá esse assunto

22 de outubro de 2015 \\ Bastidores & Política


Segue em pauta o tema impeachment da presidente Dilma centralizando todas as atenções no Congresso Nacional e deixando o país paralisado. Não se fala noutra coisa em Brasília e a política fiscal do governo continua atrofiada e  mais uma agência - Fitch - rebaixou a nota do Brasil de BBB para BBB- mas manteve o grau de investimentos. Mesmo intensificado negociações com o Palácio do Planalto para salvar seu mandato na Câmara dos Deputados, o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), negou nesta quinta-feira que tenha feito acordos com o governo e classificou como "baboseiras" e "ridículas" as informações de que ele estaria disposto a negociar para travar os pedidos de impeachment contra a presidente Dilma em troca de garantias de que seria salvo no Conselho de Ética, onde tramita um pedido de cassação contra ele.


Eles foram confirmar

Os juristas Hélio Bicudo e Miguel Reale Jr. foram ao 4º cartório de notas de São Paulo para reconhecer firmas de um novo pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Inicialmente, a oposição planejava fazer um aditamento a um pedido que já tramita na Câmara elaborado por Bicudo, um dos fundadores do PT, e Reale Jr.




Mesmas regras

O Projeto de Lei (PL- 6953/02), que cria um código de proteção e defesa do usuário dos serviços públicos federais foi aprovado hoje (15), no Plenário da Câmara dos Deputados. Com voto favorável, o deputado federal (PTB-BA), Benito Gama falou sobre o principal item da proposta. “Assegurar os direitos dos cidadãos diante da administração pública e entidades às quais o Governo delegou a prestação de serviços”, disse o parlamentar. De acordo com o PL, pessoa jurídica e pessoa física vão seguir as mesmas regras, que disciplinam condições para abertura de processo administrativo visando apuração do caso e prazos. 


É pra economizar


Com uma expectativa de economia de R$ 7 bilhões em quatro meses, o Horário de Verão começou quando os relógios nas Regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste já estão adiantados em uma hora. De acordo com o Ministério de Minas e Energia (MME), a mudança de horário até a meia-noite do dia 21 de fevereiro de 2016 nesses nove Estados mais o Distrito Federal reduzirá a demanda em aproximadamente 2.610 megawatts (MW). O horário diferenciado de Verão tem sido adotado no País desde o fim de 1931, com apenas alguns intervalos sem aplicação. Nos últimos dez anos, a medida tem possibilitado uma redução média de 4,5% na demanda por energia no horário de pico e de 0,5% no total do Sistema Interligado Nacional (SIN). Essa economia é equivalente ao consumo mensal do Distrito Federal, que tem 2,8 milhões de habitantes.


Lamentamos

O senador Walter Pinheiro (PT-BA) lamentou, durante pronunciamento que a crise econômica e política atual estejam paralisando o Brasil e, mais precisamente, o Congresso Nacional, que acumula matérias importantes não analisadas ou votadas. Ele ainda manifestou preocupação com os reflexos da crise na economia de Estados e Municípios, ao apresentar um balanço da Comissão do Pacto Federativo, a qual preside.



Uma boa notícia

 O game baiano Guerreiros Folclóricos, realizado pela jovem empresa Unique Entretenimento Digital, está concorrendo ao título de melhor brasileiro da Brasil Game Show (BGS), que acontece no ExpoCenter Norte de Vila Guilherme, em São Paulo. A eleição está sendo feita por um júri de jornalistas especializados. Já na abertura do evento, o jogo digital da Bahia havia sido saudado pela página especializada do portal Uol. Talvez o game brasileiro mais chamativo da feira, Guerreiros Folclóricos tem orgulho não apenas de ostentar um título em português como também explorar as múltiplas faces da mitologia brasileira.


Bastidores & Política