• São Sebastião: Atual prefeito tenta reeleição e mais cinco nomes devem concorrer em 2020

São Sebastião: Atual prefeito tenta reeleição e mais cinco nomes devem concorrer em 2020

28 de agosto de 2019 \\ Geral

io para as eleições de 2020 no município de São Sebastião do Passé, região metropolitana de Salvador, gira em torno de seis nomes. O atual prefeito Dr. Breno Moreira (PSD) tentará a reeleição, com apoio do PT, partido do governador da Bahia, Rui Costa. Para fazer frente ao gestor, a ex-vereadora Nilza da Mata (PP), que ficou em segundo lugar nas últimas eleições municipais, deve lançar candidatura. Nilza obteve 39,11% dos votos em 2016. 
A disputa acirrada dos dois contou com a diferença de 941 votos, já que Dr. Breno obteve 42,82%. Para 2020, correm por fora Luciano Lago (DEM), que deve novamente concorrer ao pleito, o ex-prefeito Janser Mesquista (PMDB); a ex-prefeita da cidade, Tânia Portugal (PCdoB) e Angelo Santana (PRB). 

Sem mandato eletivo desde 2012, Tânia Portugal já passou pela Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e em 2017 ocupou o posto de assessora técnica na Assessoria de Planejamento e Gestão de Políticas para as Mulheres, da Secretaria estadual de Políticas para as Mulheres (SPM). 

Já Lago conta com o apoio do grupo de ACM Neto, sendo apadrinhado pelo ex-candidato a governador, Zé Ronaldo. 
Destes, o único nome que já lançou pré-candidatura foi Angelo Santana (PRB). Ele já foi vereador de 2005 a 2008, mas em 2016 não disputou a prefeitura porque estava sem partido.  Santana afirmou que já conta com apoio de alguns partidos apalavrados e marcha na Câmara com os deputados federais João Roma e Marcio Marinho, ambos do PRB, e na Assembleia Legislativa com o estadual, David Rios. Mas, nos bastidores há informação de que esse movimento de lançar pré-candidatura antecipada é estratégia para se fortalecer e apoiar outro nome em 2020. 

Apesar do prefeito Dr.Breno se colocar como o candidato do governador Rui Costa, mais dois nomes integram o grupo do petista: a ex-vereadora Nilza da Mata do PP e a ex-prefeita Tânia Portugal, do PCdoB. Fontes do BNews avaliam que três candidaturas do mesmo grupo não decolam, logo, um dos nomes deve ceder. O desenho mais provável é que Tânia Portugal recue, já que, Nilza não deve abrir mão da cabeça de chapa. Uma pendência na Justiça também pode tornar Portugal inelegível. 

Do grupo oposicionista figuram o ex-prefeito Janser, que tentou se eleger deputado federal em 2018, mas foi derrotado nas urnas obtendo 1.671 votos e Luciano Lago, que ficou em terceiro lugar na corrida municipal em 2016. Angelo Santana se coloca como independente. 

Com 44 mil habitantes e cerca de 28 mil votantes, São Sebastião do Passé fica à 58 quilômetros de Salvador e tem uma produção voltada para agropecuária (8,21%), indústria (51,82%) e  serviços (39,98%).

Último pleito
Em 2016 Dr.Breno obteve 42,82% dos votos com 10.876. Em segundo, figurou Nilza da Mata, com 39,11% e 9.935 votos. Luciano do Lago ficou em terceiro com 18,07, obtendo 4.590 votos. 

No total 28.145 eleitores votaram em São Sebastião do Passé nas últimas eleições municipais.

Fonte: BN

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE