• Prefeitura de Feira ofertou consultas e exames para 100 homens no CMPC

Prefeitura de Feira ofertou consultas e exames para 100 homens no CMPC

08 de dezembro de 2019 \\ Geral

Nesta sexta-feira, 06, o Centro Municipal de Prevenção ao Câncer (CMPC) realizou consulta com médico urologista para 100 pacientes. A ação, restrita aos usuários agendados pelo Sistema de Regulação do Município, é alusiva à campanha Novembro Azul, com foco no rastreio do câncer de próstata. O CMPC é mantido pela Fundação Hospitalar de Feira de Santana (FHFS), autarquia do Governo Municipal.

A programação foi coordenada pelo médico urologista responsável, Ronaldo Barros, com a participação da médica urologista Luciana Vital, enfermeiros e técnicos de enfermagem equipe do CMPC.

Segundo Kênia Lasse, coordenadora do CMPC, o objetivo da ação é oferecer um atendimento qualificado e humanizado à população. Entretanto a ação desta sexta-feira foi destinada aos pacientes que já tinham em mãos resultados do PSA (Antígeno Prostático Específico).

Ela ressalta que a Campanha Novembro Azul, que foi prorrogada pelo prefeito Colbert Martins Filho até o próximo dia 15, ainda possibilita novos agendamentos. “Receberam atendimento com o médico urologista, 100 pacientes do sexo masculino, entre 45 e 75 anos, das 7h ao meio-dia. Esses pacientes foram pré-agendados. Vale salientar que ainda estamos fazendo o agendamento dos homens que chegam aqui no CMPC com os resultados do exame PSA e tranquilizamos também que todos os homens que participaram da Campanha terão seus agendamentos”.

Novembro Azul 


Com o resultado dos exames e a consulta com o médico urologista, é possível identificar os casos que precisam de biópsia para fechar um diagnóstico, ressalta Ronaldo Barros. “O câncer de próstata é o segundo tipo de câncer que mais mata homens no mundo, perdendo apenas para o de pulmão”.

O médico recomenda que todos os homens a partir de 45 anos de idade realizem anualmente os exames de PSA, de toque retal e de ultrassonografia da próstata. “O câncer de próstata não apresenta sintomas na fase inicial, e por isso é importante realizar os exames mesmo sem algum sintoma. Com o resultado do PSA, do exame de toque retal e da ultrassonografia é possível chegar próximo de cem por cento a um diagnóstico para o câncer, que é definido por meio da realização de biópsia”, alerta o médico.

Com histórico de câncer de próstata na família, Gerson Gomes de Souza, 69 anos, morador do distrito de Ipuaçú, falou da importância da campanha Novembro Azul. “Aproveito todo o ano para fazer os exames, tenho dois irmãos que tiveram o câncer de próstata e além disso aproveito a facilidade do atendimento aqui no CMPC, já fiz o PSA e agora vou apresentar os resultados ao médico”, afirmou  o ruralista.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE