• ‘Consciência tranquila’, diz Kannário em resposta às críticas

‘Consciência tranquila’, diz Kannário em resposta às críticas

25 de fevereiro de 2020 \\ Geral

O cantor e deputado federal Igor Kannário (DEM) voltou a comentar a declaração que fez na segunda-feira (24), quando afirmou que a Polícia Militar “abusa de poder”. O comentário, feito por Igor durante o desfile de sua pipoca no Circuito Osmar, foi duramente criticada por outros políticos. Kannário, contudo, disse desta terça-feira que segue com a “consciência tranquila”. Ele respondeu ao governador Rui Costa (PT) que anunciou que vai acionar o Ministério Público estadual quanto às declarações de Kannário.

Em resposta, o cantor disse que “Há diversos vídeos mostrando a ação inadequada de alguns policiais, que não condizem com a maioria da Polícia Militar, não só nesse ano. As imagens falam por si”. Em uma segunda nota, que direciona “a políticos”, o parlamentar destacou seu “respeito pela instituição Polícia Militar”, e voltou a comentar que “não irá tolerar” comportamento agressivo de agentes da Segurança contra o povo. A nota diz ainda que outros artistas criticaram a atuação de alguns policiais no Carnaval.

“Assim como outros artistas fizeram, também critiquei um comportamento inadequado de alguns policiais. Jamais critiquei a instituição Polícia Militar. Inclusive, pedi aplausos à PM no início do desfile. Sem a PM, a realização do Carnaval seria inviável”, argumenta o cantor.

E completa: “Agora, quero ressaltar: não vou permitir que alguns políticos utilizem esse episódio para ganhar visibilidade. Estão querendo, mais uma vez, pongar no Kannário, e isso eu não vou aceitar”, critica ele, ao responder a supostos comentários que lhe tratam como “criminoso”.

“Criminoso é quem rouba dinheiro público e abandona o povo, é quem é eleito com o voto popular, mas usa o mandato pra beneficiar os poderosos. Essa culpa eu não carrego comigo”.

Veja íntegra da nota
Sobre as críticas recebidas por alguns políticos, o deputado federal Igor Kannário informa que está tranquilo com sua consciência em relação ao ocorrido nesta segunda-feira (24) na pipoca do artista no Circuito Osmar (Campo Grande). Kannário volta a destacar seu respeito pela instituição Polícia Militar, mas reforça que não irá tolerar comportamento agressivo de agentes da segurança pública contra o povo.

Kannário lembra que outros artistas criticaram a atuação de alguns policiais no Carnaval. “Assim como outros artistas fizeram, também critiquei um comportamento inadequado de alguns policiais. Jamais critiquei a instituição Polícia Militar. Inclusive, pedi aplausos à PM no início do desfile. Sem a PM, a realização do Carnaval seria inviável”, afirma.

“Agora, quero ressaltar: não vou permitir que alguns políticos utilizem esse episódio para ganhar visibilidade. Estão querendo, mais uma vez, pongar no Kannário, e isso eu não vou aceitar”, crítica.

Kannário pondera que é preciso, sim, debater o comportamento de alguns policiais durante o Carnaval, uma vez que sua crítica não foi isolada. “É evidente que há uma certa agressividade por parte de alguns policiais. Há diversas imagens mostrando isso e há também crítica de outros artistas. Temos é que discutir esse assunto de forma profunda e sem demagogia. Os excessos precisam ser criticados e combatidos”, frisa.

Sobre as declarações de alguns políticos que o chamaram de “criminoso”, Kannário se diz tranquilo: “Criminoso é quem rouba dinheiro público e abandona o povo, é quem é eleito com o voto popular, mas usa o mandato pra beneficiar os poderosos. Essa culpa eu não carrego comigo”. Bahia.Ba

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE