• Mais de 21 mil pessoas devem ser testadas para o Coronavírus na comunidade escolar de Cajazeiras

Mais de 21 mil pessoas devem ser testadas para o Coronavírus na comunidade escolar de Cajazeiras

29 de setembro de 2020 \\ Geral

A testagem para o novo Coronavírus deve alcançar 21.882 pessoas da comunidade escolar de 21 escolas estaduais localizadas em Cajazeiras IV, V, VI, VII, VIII e X; Fazenda Grande II; Dom Avelar; Águas Claras; Castelo Branco; e Valéria. A previsão é a de serem testados 20.625 estudantes, 733 professores e 524 funcionários, até o dia 9 de outubro. A testagem começa na quarta-feira (30), no Colégio Estadual Batista Neves, escola-polo do bairro de Cajazeiras V, que vai atender a sua própria comunidade escolar, assim como a da Escola Estadual Deputado Naomar Alcântara. No mesmo dia, o Colégio Edvaldo Brandão Correia, escola-polo do bairro de Cajazeira IV, vai atender a sua própria comunidade escolar. O atendimento acontecerá das 8h às 12h e das 13h às 17h.


A iniciativa é desenvolvida pelas secretarias estaduais da Educação e da Saúde (Sesab), com a aplicação de testes do tipo RT-PCR, realizados pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, disse que as escolas estão preparadas para receber a comunidade escolar. “Estamos conclamando os estudantes, professores e funcionários para que possam ir fazer os testes. O procedimento é muito seguro e isso é uma iniciativa que visa cuidar da saúde da nossa comunidade escolar e também das suas famílias”, ressaltou.


O coordenador de projetos para a Educação da Secretaria de Educação do Estado, Helder Amorim, ressaltou a importância da testagem para o retorno das aulas. “Ainda não há uma data definida para a retomada das atividades letivas, mas estes dados das testagens, que já foram realizadas nos municípios de Itajuípe, Ipiaú, Itabuna, Ilhéus, Uruçuca, Jequié e no Subúrbio Ferroviário de Salvador, irão nos subsidiar nesta tomada de decisão”.


Para o atendimento, todas as unidades escolares são preparadas com a higienização do local e disponibilização de álcool em gel e pias com sabão para a lavagem das mãos, além da exigência do uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI). Os professores e demais pessoas que são testados utilizam máscaras de proteção para o acesso aos locais. Ao entrar, todos são direcionados para a higienização correta das mãos.

 


Cronograma de Cajazeira e bairros adjacentes:


- No dia 30 de setembro, o Colégio Estadual Batista Neves, escola-polo do bairro de Cajazeiras V, atende a sua própria comunidade escolar, assim como a da Escola Estadual Deputado Naomar Alcântara;


- Ainda no dia 30, o Colégio Edvaldo Brandão Correia, escola-polo do bairro de Cajazeira IV, atende a sua própria comunidade escolar;


- Em Cajazeiras VI, o Colégio Estadual Ana Bernardes, escola-polo do bairro, recebe a sua própria comunidade escolar no dia 1º de outubro;


- O Colégio Estadual Luiz Fernando Macedo Costa, escola-polo de Cajazeira VII, também atende, no dia 1º de outubro, a sua comunidade escolar;


- O atendimento segue no dia 2 de outubro, com o Colégio Estadual Rafael Oliveira, escola-polo de Cajazeira VIII, recebendo sua própria comunidade escolar;


- E no mesmo dia 2, o Colégio Estadual Professor Nelson Barros, escola-polo de Cajazeira X, atende a sua própria comunidade escolar, assim como a do Colégio Estadual Dona Mora Guimarães.


- Na Fazenda Grande II, o Colégio Estadual Luis José de Oliveira, escola-polo do bairro, recebe, no dia 5 de outubro, as comunidades escolares da própria unidade escolar, além das comunidades do Colégio Estadual Oliveira Brito e da Escola Estadual Lea Leal;


- Também no dia 5, o Colégio Estadual Conselheiro Vicente Pacheco de Oliveira, escola-polo do bairro Dom Avelar, atende a sua própria unidade escolar;


- Em Águas Claras, os colégios estaduais Renan Baleeiro e Santa Rita de Cássia, escolas-polo do bairro, recebem, respectivamente, as suas comunidades escolares no dia 6 de outubro;


- No dia 7 de outubro, também recebem as suas comunidades escolares, o Colégio Estadual Raymundo de Almeida Gouveia e a Escola Professor Roberto Santos, escolas-polo do bairro Castelo Branco;


- Em Valéria, o Colégio Estadual Professora Noemia Rego, escola-polo do bairro, atende sua própria unidade escolar, no dia 8 de outubro;            


- No mesmo dia 8, o Colégio Estadual Eduardo Bahiana, escola-polo do bairro de Fazenda Grande II, atende sua própria unidade escolar. E no dia 9 de outubro, recebe a comunidade escolar do Colégio da Polícia Militar (CPM) – Dona Leonor Calmon.


- Ainda no dia 9, o Colégio Estadual Dinah Gonçalves, também escola-polo de Valéria, atende sua própria comunidade escolar, assim como  a do Colégio Estadual Nossa Senhora de Fátima.



Fonte: Ascom/ Secretaria de Educação do Estado

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE