"Se vai parte da história do rádio", diz presidente da Câmara, sobre morte de J. Magno

21 de fevereiro de 2021 \\ Geral

Em nome da  Mesa Diretiva da Câmara de Feira de Santana, o vereador Fernando Torres, presidente da Casa, lamenta, nesta sexta (19), a morte do radialista Joel Magno, mais antigo profissional de comunicação da cidade. Aos 93 anos, J. Magno, como era mais conhecido profissionalmente,  atuou nas rádios Sociedade, Cultura, Povo (antiga Carioca) e Subaé, fazendo principalmente atrações de entretenimento, inclusive programas de auditório, nos primórdios deste veículo.

 

Também atuou no futebol, sendo presidente do Bahia de Feira, na Euterpe Feirense e  em micaretas, sendo importante incentivador desta festa popular. 


"É uma perda irreparável para a comunicação da nossa cidade. Se vai parte da história do rádio de Feira de Santana", diz o presidente da Casa da Cidadania.


O chefe da Assessoria de Comunicação, Marcos Valentim, que foi colega de Joel na rádio Subaé, lembra com saudade dos tempos em que atuaram na mesma emissora. "Dono de um grande carisma, um mestre para os mais jovens".


O vereador Paulão do Caldeirão (PSC), também radialista, considera que o município deve render "uma justa homenagem" ao profissional que "marcou época" como comunicador de grande audiência e popularidade.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE