• Coisas que só acontecem no mundo político

Coisas que só acontecem no mundo político

09 de janeiro de 2021 \\ Política

Pensem num absurdo, na Bahia tem precedente, já dizia o ex-governador da Bahia, Otávio Mangabeira, lá nos idos de 1947. E essa máxima continua, mesmo depois de mais de 70 anos. Ela prevalece e permanece viva.

Em Feira de Santana, o suplente de vereador Petrônio  Oliveira Lima, que disputou as últimas eleições e teve apenas 411 votos, vai assumir uma vaga na Câmara Municipal, isso devido uma articulação política entre o PRB do deputado estadual José Arimatéia e Eli Ribeiro, este que se licenciará para assumir a Secretária de Serviços Públicos. Com isso, Petrônio receberá esse prêmio da loteria política.

Confesso que esse fato me deixa estarrecido, em uma corrida que muitos correram e correram, receberam mais de 3 mil votos do povo nas urnas mas não tem a mínima condição de assumir a vereança, porque no tabuleiro da política ou no coeficiente eleitoral não atingiram a meta para ficar entre os primeiros suplentes. 

Já o PRB de Petrônio, soube negociar o seu apoio a Colbert Martins (MDB), atingiram a meta e chegaram ao pódio desfrutando de prestígio e comendo uma boa fatia do bolo.

Petrônio está errado? Eu pergunto e eu mesmo respondo: em hipótese nenhuma.

Na política ou a nossa legislação eleitoral, é assim, nem sempre quem tem mais chega lá, na política nem sempre o mais é mais e as vezes o mais significa menos.

Mesmo não concordando com essa legislação, o que nos resta é desejar a Petrônio, mesmo tendo 411 votos,  é que faça um bom mandato e possa nos representar, principalmente aqueles menos favorecidos, as bandeiras as quais ele defende e com isso ele fica registrado nos anais do legislativo feirense como um vereador que assumiu o cargo mesmo tendo baixíssima votação.  

Como já tivemos na história da Princesa do Sertão um vereador que assumiu o cargo por 24 horas, agora Petrônio também entra pra história, desejamos  sucesso Petrônio e independente da votação você terá a mesma responsabilidade de Jonathas Monteiro (PSOL) que teve mais de 8 mil votos.

 

Por Luiz Santos / Conectado News

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE